Acentuação Gráfica

Regras sobre a nova Acentuação

 

 

A nova ortografia entrou em vigor a partir de 2009, mas nós temos um período de transição até 2012, quando, aí então, ela passará a valer.

As mudanças não foram  muitos significativas. No Brasil, apenas 0,6% das palavras, pois as maiores mudanças ocorreram no Português de Portugal.

 

Esta reforma ortográfica, em termos matemáticos, foi bem fraca. A nossa língua tem aproximadamente 400.000 palavras e sabe quantas perderam o acento?

O professor Cláudio Moreno contou:

 

18 palavras com o  hiato oo = enjoo

22 palavras com o acento diferencial = para (verbo)

32 palavras com "I" e "U" tônicos após ditongo = feiura

358 palavras com trema  = frequente

904 palavras paroxítonas com os ditongos  "OI" e "EI"                 1334palavras no total

 

 

 

Brincadeiras sobre a Nova Ortografia

 

 

 

 

 

 

 

 

O TREMA

 

 

         Estou indo embora. Não há mais lugar para mim.Eu sou o trema.Você pode nunca ter reparado em mim, mas eu estava sempre ali, na Anhangüera, nos aqüíferos, nas lingüiças e seus trocadilhos por mais de quatrocentos e cinqüentas anos.
          Mas os tempos mudaram. Inventaram uma tal de reforma ortográfica e eu simplesmente tô fora. Fui expulso pra sempre do dicionário. Seus ingratos! Isso é uma delinqüência de lingüistas grandiloqüentes!...
          O resto dos pontos e o alfabeto não me deram o menor apoio... A letra U se disse aliviada porque vou finalmente sair de cima dela. Os dois pontos disse que eu sou um preguiçoso que trabalha deitado enquanto ele fica em pé.
          Até o cedilha foi a favor da minha expulsão, aquele C cagão que fica se passando por S e nunca tem coragem de iniciar uma palavra. E também tem aquele obeso do O e o anoréxico do I. Desesperado, tentei chamar o ponto final pra trabalharmos juntos, fazendo um bico de reticências, mas ele negou, sempre encerrando logo todas as discussões. Será que se deixar um topete moicano posso me passar por aspas?... A verdade é que estou fora de moda. Quem está na moda são os estrangeiros, é o K, o W "Kkk" pra cá, "www" pra lá.
          Até o jogo da velha, que ninguém nunca ligou, virou celebridade nesse tal de Twitter, que aliás, deveria se chamar TÜITER. Chega de argüição, mas estejam certos, seus moderninhos: haverá conseqüências! Chega de piadinhas dizendo que estou "tremendo" de medo. Tudo bem, vou-me embora da língua portuguesa. Foi bom enquanto durou. Vou para o alemão, lá eles adoram os tremas. E um dia vocês sentirão saudades. E não vão agüentar!...
          Nos vemos nos livros antigos. Saio da língua para entrar na história.

          Adeus,
          Trema. 

 

 

 

 

 

 

 

Cuidado com a paroxítona terminada pela letra N.

 

Nós temos apenas 12 palavras paroxítonas terminadas por esta letra e a grande maioria pertence à Biologia. Por isso muito cuidado ao pluralizá-las, porque elas todas perdem o acento.

 HÍFEN = HIFENS

GÉRMEN = GERMENS

GLÚTEN = GLUTENS

LÍQUEN = LIQUENS

PÓLEN = POLENS

REGÍMEN = REGIMENS

 

 

EXCEÇÂO - As palavras que indicam os elementos do átomo:

PRÓTON - PRÓTONS

ELÉTRON - ELÉTONS

NÊUTRON - NÊUTRONS

ÂNION - ÂNIONS

ÍON - ÍONS

CÁTION - CÁTIONS

 

 

ASSIM

 

 

RESUMINDO:

 

 

 

 

 

 

 

Exercícios sobre Acentuação Gráfica

 

 

1) A regra atual para acentuação no português do Brasil manda acentuar todos os ditongos abertos “éu”, “éi”, “ói” (como ‘assembléia’, ‘céu’ ou ‘dói’). Pelo novo acordo, palavras desse tipo passam a ser escritas:
    a) Assembléia, dói, céu
    b) Assembléia, doi, ceu
    c) Assembléia, dói, ceu
    d) Assembleia, dói, céu
    e) Assembleia, doi, céu

 

2) Pela nova regra, apenas uma dessas palavras pode ser assinalada com acento circunflexo. Qual delas?
    a) Vôo
    b) Crêem
    c) Enjôo
    d) Pôde
    e) Lêem

 

3) Qual das alternativas abaixo apresenta todas as palavras grafadas corretamente:
    a) bússola, império, platéia, cajú, Panamá
    b) bussola, imperio, plateia, caju, Panama
    c) bússola, imperio, plateia, caju, Panamá

    d) bússola, império, plateia, caju, Panamá
    e) bussola, imperio, plateia, cajú, Panamá

 

4) Indique a única alternativa em que nenhuma palavra é acentuada graficamente:
a) revolver,mesa, urubu, jovens,
b) item, sozinho, aquele, juiz
c) saudade,moi, grau, geleia
d) flores, açucar, album, tenis,
e) voo, legua, ibero, pudico

 

5)  Andavam devagar, olhando para trás...
Assinale o item em que nem todas as palavras são acentuadas pelo mesmo motivo da palavra grifada no texto.
a) Más – vês
b) Mês – pás
c) Vós – Brás
d) Pés – atrás
e) Dês – pés


6)O acento gráfico de "três" justifica-se por ser o vocábulo:
a) Monossílabo átono terminado em ES.
b) Oxítono terminado em ES
c) Monossílabo tônico terminado em S
d) Oxítono terminado em S
e) Monossílabo tônico terminado em ES


7) Se o vocábulo CONCLUIU não tem acento gráfico, tal não acontece com uma das seguintes formas do verbo CONCLUIR:
a) concluia
b) concluirmos
c) concluem
d) concluindo
e) concluas


8) Nenhum vocábulo deve receber acento gráfico, exceto:
a) abacaxi
b) ideia
c) assembleia
d) heroi
e) voo

 

9) Todos os vocábulos devem ser acentuados graficamente, exceto:
a) magoo
b) faisca
c) reporter
d) chapeus
e) proteina


10) Assinale a alternativa de vocábulo corretamente acentuado:
a) hífen
b) ítem
c) ítens
d) enjoo
e) íbero

11) Assinale a alternativa em que ocorre erro na acentuação gráfica da forma verbal acompanhada de pronome.
a) ferí-la
b) estudá-la
c) compô-la
d) vendê-la
e) retribuí-la


12) Os dois vocábulos de cada item devem ser acentuado

graficamente, exceto:

a) herbivoro-ridiculo
b) logaritmo-urubu
c) miudo-sacrificio
d) carnauba-germen
e) Biblia-hieroglifo

 

13) Assinale a alternativa de vocábulo corretamente acentuado:

a) hífens
b) ítem
c) ítens
d) rítmo
e) mídia

 

14) Indique a única alternativa em que nenhuma palavra é acentuada

graficamente:

a) lapis, canoa, abacaxi, jovens,
b) ruim, sozinho, aquele, traiu
c) saudade, onix, grau, orquidea
d) flores, açucar, album, virus,
e) voo, legua, assim, tenis

 

15) Nas alternativas, a acentuação gráfica está correta em todas as palavras,

exceto:

a) jesuíta, caráter
b) viúvo, sótão
c) baínha, raíz
d) naúfrago, espádua


16) Identifique a alternativa em que há um vocábulo cuja grafia não atende ao

previsto no Acordo Ortográfico:

a) aguentar – tranquilidade – delinquente – arguir – averiguemos;

b) cinquenta – aguemos – linguística – equestre – eloquentemente;

c) apaziguei – frequência – arguição – delinquência – sequestro;

d) averiguei – inconsequente – bilíngue – linguiça – quinquênio;

e) sequência – redargüimos – lingueta – frequentemente – bilíngue.

 

17) Identifique a alternativa em que um dos vocábulos, segundo o Acordo

Ortográfico, recebeu indevidamente acento gráfico:

a) céu – réu – véu;

b) chapéu – ilhéu – incréu;

c) anéis – fiéis – réis;

d) mói – herói – jóia;

e) anzóis – faróis – lençóis.

 

18) As sequências abaixo contêm paroxítonas que, segundo determinada

regra do Acordo Ortográfico, não são acentuadas.

Deduza qual é essa regra e assinale a alternativa a que ela não se aplica:

a) aldeia – baleia – lampreia – sereia;

b) flavonoide – heroico – reumatoide – prosopopeia;

c) apoia – corticoide – jiboia – tipoia;

d) Assembleia – ideia – ateia – boleia;

e) Crimeia – Eneias – Leia – Cleia.

 

19) Assinale o item em que os ditongos não são acentuados:

A) povareu, geleia, farois
B)
europeu, dei, afoito
C)
reus, fieis, doi
D)
trofeus, crueis, boia
 

20) Assinale o item em que o I em hiato não é acentuado em nenhum dos exemplos ( foram suprimidos os acentos):

A) traido, faisca, paraiso
B)
juizes, saiste, cairam
C)
juiz, saindo, tainha
D)
egoista, sairia, açai

 

 

GABARITO:

1 - D      11 - A

2 - D      12 - B

3 - D      13 - E

4 - B      14 - B

5 - D      15 - C

6 - E      16 - E

7 - A      17 - D

8 - D     18 - A

9 - A     19 - B

10-A     20 - C

 

 

 

 

No texto abaixo foram retirados todos os acentos gráficos. Recoloque-os e justifique a acentuação.

 

AQUI NÃO FAZ FRIO

     DAVID COIMBRA

 

 

 

No Rio Grande do Sul não faz frio. No Rio Grande sente-se frio. Como o inverno gaucho dura poucas semanas, os construtores acham que não vale a pena instalar calefação nas casas, nos prédios, em lugar nenhum. Desta forma o gaucho suporta sentir frio por alguns dias em troca de alguns caraminguas. Por economia. Então chega o inverno, a temperatura cai um tantinho e as pessoas não tem para onde fugir. A saída e vestir-se como um mendigo: camiseta, camisa, blusão, casaco, outro casaco, manta, touca, tudo superposto

O que e isto ?

E a tal ”estetica do frio”, que dizem que existe por aqui. Estetica do frio num lugar que não faz frio, mas onde as pessoas sofrem com o frio.

Há uns anos atrás, o Mauricio Saraiva, ele com sua alma carioca, foi cobrir um jogo em Caxias. Fazia frio. Em meio à partida, o serviço de som anunciou:

 - Neste momento, zero grau!

As arquibancadas tremeram. A torcida comemorou a temperatura como se fosse um gol.

So que tem o seguinte: não faz tanto frio assim no Rio Grande do Sul. Todos os países da velha Europa e da America do Norte; o Japão e a China; a Russia, que e ate defendida pelo seu General Inverno; a Argentina; o Uruguai; o Chile; todos estes e mais tantos outros são mais frios do que o Rio Grande do Sul. Nossas temperaturas raro baixam do zero e so de vez em quando se erguem acima dos 40 graus. Dois meses de inverno, dois meses de verão , oito meses de suavidade. Já passei mais calor em Viena e mais frio na Africa. O clima aqui e ameno como um beijo na testa. E ainda assim o gaucho estufa o peito para falar das temperaturas baixas que fazem no seu Estado. Agora mesmo a neve rala que se precipitou na Serra fez estremecer o Rio Grande, mas não de frio: de brio.O que se diz muito sobre a personalidade do gaucho: o gaucho se gosta, e se gosta tanto que se ufana do frio que sente. Ainda que não seja tão frio assim.

 O Rio Grande amado e diferente de tudo mesmo.

(adaptado do jornal ZH, de 06/08/2010)

 

 

 

 

 

 

No texto abaixo de Martha Medeiros, há 31 palavras que precisam ser acentuadas. Descubra-as, acentue e justifique a acentuação.

 

Brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

 

Aos 16 anos, eu não conseguia admitir que alguem pudesse gostar de inverno. So podia ser maluco, deprimido, estressado ou coisa pior. Escolher logo a estação mais encarangada do ano? Não fazia sentido. Na epoca, era fanatica pelo verão e meus argumentos pareciam irrefutaveis: ora, no verão ficamos perto do mar, usamos menos roupa, saimos mais de casa. No verão os dias são longos, praticamos mais atividades fisicas, comemos mais saladas. Quem trocaria esta vida saudavel por dias cinzentos curtos e gelados? Quem preferiria correr o risco de se gripar dia sim, outro tambem?  E quem haveria de considerar agradavel   sair debaixo das cobertas de manhã cedo para enfrentar um dia que nem virou dia ainda?

Mas isso foi aos 16. Cresci, amadureci e me reconciliei com o inverno.Passei a valorizar os casacões, as botas, o vinho, a lareira, enfim o lado romantico da estação. Cheguei  a admitir que o inverno era a minha estação preferida. Provavelmente, uma tentativa de que me levassem mais a serio. Adultos respeitaveis não combinam com  bermudas e sim com sobretudos.       Não ficam rindo à toa, mantem a classe . Não tomam chope, não dançam em rodas de samba, nunca foram flagrados em situações vulgares. Imagine uma Marguerite Duras de biquini em Capão. O cachecol e que dignifica os intelectuais.

Segui vivendo, amadureci mais um pouco e finalmente cheguei a uma conclusão definitiva: às favas com minha credibilidade, que a adulta em mim procure asilo na Siberia.

Hoje afirmo, assino embaixo e reconheço firma em cartorio se for preciso: tenho pavor de sentir fio.A elegancia que os dias gelidos me conferem, não compensa a leveza e o bom humor que me são subtraidos. E vinho tinto eu tomo em qualquer estação.

So quem ganha com o inverno e o turismo, ja que o frio e nossa principal atração turistica. No mais, quem em seu juizo perfeito iria curtir passar o dia com o nariz gelado? Quem não se assusta com o valor da conta de luz no fim do mes? E o que se gasta em farmacia? Voces tem coragem de tirar as meias antes de dormir? Cresci, amadureci, mas não adiantou nada: contrariando a evolução da especie, voltei ao tempo em que era movida a energia solar. Menos mal que sempre teremos intelectuais de cachecol para salvar a patria.

 

 

                                                            

 

 

Jogo da Nova Ortografia

 

 

Você vai jogar com as novas regras de acentuação!Legal,não!

Clique aqui e diverta-se! 

O que mudou mesmo?

 

 

 

1 - ACENTO AGUDO

 

O acento agudo desapareceu em três casos:

a) Nos ditongos (encontros de duas vogais proferidas em uma só sílaba) abertos ei e oi das palavras paroxítonas (aquelas cuja sílaba pronunciada com mais intensidade é a penúltima).

Exemplos: ideia        geleia      

 

Mais exemplos: alcaloide, alcateia, apoio, assembleia, asteroide, celuloide, colmeia, Coreia, epopeia, estreia, heroico, joia, odisseia, onomatopeia, paranoia, plateia, proteico, etc.

Atenção: essa regra é válida somente para palavras paroxítonas. Assim, continuam sendo acentuadas as palavras oxítonas terminadas em éis, éu, éus, ói, óis. Exemplos: papéis, herói, heróis, troféu, troféus, chapéu, chapéus, anéis, dói, céu, ilhéu.

Exemplos: papéis      chapéus         troféu

 


b) Nas palavras paroxítonas com i e u tônicos formando hiato (sequência de duas vogais que pertencem a sílabas diferentes), quando vierem após um ditongo. Veja:

baiúca -> baiuca

bocaiúva -> bocaiuva

feiúra -> feiura

cheiínho -> cheiinho

saiínha -> saiinha

Taoísmo -> Taoismo

 

Atenção: se a palavra for oxítona e o i ou o u estiverem em posição final (ou
seguidos de s), o acento permanece.
Exemplos: tuiuiú, Piauí.

c) Nas formas verbais que possuem o u tônico precedido das letras g ou q e seguido de e ou i. Esses casos ocorrem apenas nas formas verbais de arguir e redarguir. Observe:

argúis -> arguis

argúem -> arguem

redargúis -> redarguis

redargúem -> redarguem

 

 

 

 

 

 

2 - ACENTO DIFERENCIAL

 

O acento diferencial é utilizado para auxiliar na identificação de palavras homófonas (que possuem a mesma pronúncia). Com o acordo ortográfico, ele deixará de existir nos seguintes casos: pára/para, péla(s)/pela(s), pêlo(s)/pelo(s), pólo(s)/polo(s) e pêra/pera. Observe os exemplos:

Ela não pára de dançar.

 

Ela não para de dançar.

A mãe péla o bebê para dar-lhe banho.

 

A mãe pela o bebê para dar-lhe banho.

Este é o pólo norte.

 

Este é o polo norte.

Os garotos gostam de jogar pólo.

 

Os garotos gostam de jogar polo.

Meu gato tem pêlos brancos.

 

Meu gato tem pelos brancos.

A menina trouxe pêra de lanche.

 

A menina trouxe pera de lanche.

 

Atenção: existem duas palavras que continuarão recebendo acento diferencial:

pôr (verbo) -> para não ser confundido com a preposição por.

pôde (verbo poder conjugado no passado) -> para que não seja confundido com pode (forma conjugada no presente).

 
 

 

 

3 - ACENTO CIRCUNFLEXO

 

O acento circunflexo deixou de ser utilizado nos seguintes casos:

a) Em palavras com terminação ôo. Veja:

 

enjôo -> enjoo

 

vôo -> voo

 

magôo -> magoo

 

Mais exemplos: abençoo (abençoar) , coo (coar), coroo (coroar), doo (doar), moo (moer), perdoo (perdoar), povoo (povoar), voos (plural de voo), zoo (zoar).

b) Nas terminações êem, que ocorrem nas formas conjugadas da terceira pessoa do plural dos verbos

ler, dar, ver, crer e seus derivados. Veja o exemplo abaixo:

 
Eles lêem. -> 
Eles leem.

 

Mais exemplos: creem, deem, veem, descreem, releem, reveem.

Atenção: os verbos ter e vir (e seus derivados) continuam sendo acentuados na terceira pessoa do plural.

Eles têm três filhos.

Eles detêm o poder.

Eles vêm para a festa de sábado.

Eles intervêm na economia.

 

 

 

4 - TREMA

 

O trema, sinal gráfico utilizado sobre a letra u dos grupos que, qui, gue, gui, deixa de existir na língua portuguesa. Lembre-se, no entanto, que a pronúncia das palavras continua a mesma.

Exemplos:

 

cinqüenta-> cinquenta

 

pingüim -> pinguim

 

Mais exemplos: aguentar, bilíngue, consequência, delinquente, frequente, linguiça, sequência, sequestro, tranquilo, etc.

Atenção: o acordo prevê que o trema seja mantido apenas em nomes próprios de origem estrangeira, bem como em seus derivados.

Exemplos: Bündchen, Müller, mülleriano.

 

5 - ALFABETO

 

O alfabeto passará a ter 26 letras. Além das atuais, serão incorporadas oficialmente as letras k, w e y. Observe a posição das novas letras no alfabeto:

A B C D E F G H I

L M N O P Q R

S T U V W X Z

 

 

Essas letras poderão aparecer em siglas, símbolos, nomes próprios, palavras estrangeiras e seus derivados. Exemplos: km, playground, watt, Kafka, kafkiano, etc.

 

6 - HÍFEN

 

O hífen deixará de ser empregado nos seguintes casos:

a) Quando o prefixo terminar em vogal diferente da vogal que iniciar o segundo elemento.


Exemplos:

Estou lendo um livro de auto-ajuda.

 

Estou lendo um livro de autoajuda.

Ele passou na auto-escola!

 

Ele passou na autoescola!

 

Mais exemplos: agroindustrial, autoafirmação, autoaprendizagem, autoestrada, autoimagem, contraindicação, contraoferta, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiárido, semiautomático, supraocular, ultraelevado, etc.

b) Quando o prefixo da palavra terminar em vogal e o segundo elemento começar com as consoantes sou r. Nesse caso, a consoante será duplicada.

Exemplos:

Meu namorado é ultra-romântico.

 

Meu namorado é ultrarromântico.

Comprei um creme anti-rugas.

 

 

Comprei um creme antirrugas.

 

Mais exemplos: antessala, antirreligioso, antissemita, autorretrato, antissocial, arquirromântico, autorregulamentação, contrarregra, contrassenso, extrarregimento, extrasseco, infrassom, neorrealismo, ultrarresistente, ultrassonografia, semirreta, suprarrenal.

c) Não se utilizará mais o hífen nas palavras que, pelo uso, perderam a noção de composição. Veja:

 

pára-quedas -> paraquedas

 

Mais exemplos: mandachuva, paraquedista.

Uso do Hífen

Com o novo acordo, o hífen passará a ser utilizado quando a palavra for formada por um prefixo terminado em vogal e a palavra seguinte iniciar pela mesma vogal. Observe o exemplo abaixo:

 

microônibus-> micro-ônibus

 

Mais exemplos: anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-inflacionário, anti-imperialista, arqui-inimigo, contra-ataque, micro-ondas, semi-interno, etc.

Atenção: se o prefixo terminar com consoante, usa-se hífen se o segundo elemento começar com a mesma consoante.

Exemplos: hiper-requintado, inter-racial, super-resistente, super-romântico, etc.

Lembre-se: nos demais casos, não se usa o hífen.

Exemplos: hipermercado, intermunicipal, superinteressante, superproteção.

Pesquisa no Site

Novidades no E-mail

Visitantes OnLine

Nós temos 177 visitantes online